O Azinhal e as azinheiras

foto odiana - azinheira

O topónimo Azinhal deriva do nome coletivo «azinhal», que significa «conjunto de azinheiras». Indica, só por si, que há muitos séculos a zona atualmente ocupada pela aldeia do Azinhal era referenciada por campos com muitas azinheiras.
As azinheiras são árvores de porte médio, com copa redonda, densa e vistosa, geralmente com uma altura entre 10 e 25 metros de altura.
É latim, estas fagáceas de folhas discolores ligeiramente espinhadas são conhecidas pelos botânicos como «quercus ilex».
São sensíveis ao frio e à sombra e resistentes ao calor, ocupando facilmente terrenos serranos até aos 1500 metros de altitude.
Nos tempos modernos, tem-se constatado que as azinheiras resistem muito bem à poluição urbana.
Com uma longevidade que pode ir até aos mil anos, as azinheiras frutificam a partir dos 8 a 10 anos de idade, produzindo bolotas doces que são ancestralmente utilizadas para alimentar animais.
A madeira de azinho, muito resistente à putrefação, é desde a Antiguidade utilizada na construção de edifícios, no fabrico de barris e carvão e ainda como lenha (pelo seu alto potencial calorífero).
O valor patrimonial da azinheira foi reconhecido pela legislação portuguesa desde 2001, tendo sido decisivo para a dificuldade de construção de determinados empreendimentos turísticos projetados para a freguesia do Azinhal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: