A importância do Azinhal no séc. XVIII

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Este pormenor de um mapa do Algarve em 1700 mostra bem a importância do Azinhal no século XVIII.
Ainda Vila Real de Santo António não existia. O sotavento algarvio era marcado pelo eixo Castro Marim / Alcoutim, que se prolongava para o Alentejo e era a principal via rodoviária existente naquela época.
Os dois principais povoados então referenciados entre Castro Marim e Alcoutim nessa estrada eram o Azinhal e São Pedro da Alcaria.
O Azinhal impunha-se então como ponto estratégico para a logística: ponto de passagem e de paragem, essencial para o reabastecimento e o descanso dos viajantes e dos animais.
A principal via de transporte era a fluvial: o rio Guadiana era percorrido por um número muito maior de barcos que presentemente! Mais do que fronteira internacional, aquele curso de água (um dos maiores da Península Ibérica) era importantíssimo para o transporte de mercadorias, destacando-se até meados do séc. XX o transporte de minério (no séc. XIX eram milhares os navios que passavam ao largo do Azinhal, diante de quintas como as da Corte Velha, das Choças e do Murtal).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: