Sismo a noroeste de Castro Marim

O Instituto de Meteorologia referenciou um sismo ocorrido às 03h 02m de 16 de novembro de 2011 a noroeste de Castro Marim.

Com a magnitude de 1,3 graus na Escala de Richter, o pequeno sismo teve epicentro a 10 km de profundidade, a sul da Ribeira da Foupana, fora da freguesia do Azinhal.

A Ribeira da Foupana, com quase 80 km de comprimento, sempre foi uma referência nas viagens dos azinhalenses para norte e corre sobre uma falha tectónica ativa.

A falha tectónica da Foupana, com xistos e grauvaques, exibe o vigor do contacto com as formações mesozoicas, energia essa que provocou diversos cisalhamentos e descontituidades visíveis nas escarpas.

Todos os afloramentos de rochas xistosas da Serra do Caldeirão testemunham, aliás, a evolução geomorfológica e as movimentações tectónicas que formataram a faixa norte do Algarve. A escassez de sismos na zona da bacia hidrográfica do Guadiana (que o Azinhal integra) justifica-se pela reduzida atividade neotectónica ali registada.

Na mesma zona, o sismo de ontem foi o 3º de 2011: em 19 de fevereiro, houve um de magnitude 1,9 e em 29 de abril houve outro de magnitude 0,8.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: