Um livro sobre o Azinhal

Manuel Vicente Lopes Palma nasceu no Azinhal em 1935 e em 2004 publicou aquilo a que chama “uma monografia poética” sobre a aldeia.

O livro, editado pela Câmara Municipal de Castro Marim, está dividido em 7 capítulos temáticos em que se destacam: Louvores à aldeia, Lendas, Festejos, Jogos e Mesteres, …

Testemunho das vivências daquele poeta azinhalense, a obra, de qualidade, pode tornar-se uma referência para o estudo de práticas laborais e registos etnográficos.

O capítulo dedicado aos “mesteres” tem poemas dedicados a abegãos, albardeiros, alfaiates, amola tesouras, azeiteiros, barbeiros, caiadeiras, cadeireiros, caldeireiros, cantoneiros, capadores, carpinteiros, cavadores, ceifeiras, cesteiros, contrabandistas, costureiras, doceiras, ferradores, ferreiros, lavadeiras, lavradores, lenhadores, merceeiros, moleiros, padeiras, pastores, pedreiros, peixeiros, rendilheiras, sucateiros, sapateiros, taberneiros, tanoeiros, tecedeiras, tosquiadores, etc. …

Uma leitura que se recomenda.

Diz a lenda que uma fada,  
Quando por aqui passou,  
De azinheiras rodeada,  
Esta pérola edificou.  
   
Ó rapariga vivida,  
Ouve o que te vou dizer,  
Na escola desta vida,  
Estamos sempre a aprender.  

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: