A lenda do Azinhal

a-moura-do-azinhaljx1

Era uma vez uma linda moura que vivia no Azinhal.

Um dia, apaixonou-se por um formoso cavaleiro que passou pela aldeia e a paixão foi correspondida.

O cavaleiro, contudo, tinha como principal lema de vida a liberdade. E, ao perceber que, por causa daquela paixão, perdia o que ele considerava ser a coisa mais valiosa da vida ( a liberdade ), entristeceu-se, ensimesmou-se e à sombra de uma azinheira espetou a espada no peito.

Ao ver o seu amado a esvair-se em sangue, a moura tentou limpar a ferida e estancar a hemorragia com as rendas de bilros que havia feito. Em vão.

Desiludida e triste, a moura passou então a fazer compulsivamente rendas de bilros.

E é assim que de tempos a tempos ainda aparece pelo Azinhal…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: